Já pensou em subir nos prédios mais altos do mundo?

Até onde vai a ambição do homem? O ranking dos prédios mais altos do mundo revela que “o céu é o limite”. Erguer arranha-céus demanda tempo, dinheiro, muitos estudos e técnicas modernas de engenharia para barrar a força do vento, por exemplo. Isso sem falar de tantos outros desafios para construir o que jamais foi idealizado antes. O homem, no entanto, tem conseguido quebrar paradigmas e recordes. As mentes mais criativas e os bolsos mais carregados vêm dos Emirados Árabes e da Ásia, hoje os detentores dos prédios mais altos do mundo.

E você? Já pensou em visitar algum dos prédios mais altos do mundo? Listamos abaixo os edifícios que quebraram barreiras e hoje impressionam visitantes de todo o globo:

  1. Burj Khalifa, 828 metros – Dubai, Emirados Árabes
Burj Khalifa
Burj Khalifa, o número 1 da lista dos prédios mais altos do mundo

Após US$ 1,5 bilhão de investimento e seis anos de construção que contaram com uma força-tarefa de 12 mil homens, o Burj Khalifa é dono do título de arranha-céu mais alto do mundo. Ou seja, nunca antes na história foi erguido um edifício mais alto que esse. Localizado em Dubai, nos Emirados Árabes, o Burj Khalifa tem 828 metros de altura e 163 andares. Não por acaso, é um dos mais famosos da cidade.

Ele foi lançado em 2010 e oferece uma combinação de complexo residencial e comercial. Sua torre tem Armani Hotel Dubai, Armani Residences, uma variedade de lounges, quatro piscinas, áreas para cuidar da saúde e do bem-estar, dois observatórios e obras de 85 artistas de diferentes partes do mundo que usaram seu talento para reproduzir a cultura árabe.

Burj Khalifa
Outro ângulo do Burj Khalifa

É do Burj Khalifa que se tem a melhor vista da Fonte de Dubai – cujas águas fazem uma coreografia e cuja música encanta os turistas. Uma vez na torre, não deixe de visitar dois andares – 125º e 148º. No mais alto, um elevador especial leva o visitante para o maior deck de observação ao ar livre do mundo. A 555 metros de altura, luxuosos lounges dotados de muita tecnologia carregam o visitante para uma experiência singular.

Já no 125º, a 456 metros acima do solo, opera o observatório At the Top, com uma deslumbrante vista de 360 ​​graus da cidade.

  1. Shanghai Tower, 632 metros – China, Ásia
Shanghai Tower
A surpreendente Shanghai Tower, em Xangai, entre os prédios mais altos do mundo

Vice-campeã do ranking dos prédios mais altos do mundo, a Torre de Xangai, localizada na cidade chinesa de mesmo nome, tem 200 metros de altura a menos que o Burj Khalifa, mas é a número um do mundo no quesito velocidade. Sim! Seus elevadores desenvolvidos pela Mitsubishi Electric são os mais rápidos do mundo. Eles transitam pelos 128 andares, movendo-se a 18 metros por segundo.

Uma curiosidade sobre o edifício mais alto da China: seu formato assimétrico com rotação em 120 graus foi desenhado assim para reduzir a ação dos ventos.

Essa não foi a única preocupação do time de engenharia da Shanghai Tower. Seu projeto privilegiou o uso de 43 tecnologias sustentáveis, o que ajudou a reduzir em 21% o consumo de energia no dia a dia dessa cidade vertical. Uma vez na ultramoderna torre, não deixe de visitar o observatório que fica a 561 metros do solo e oferece uma vista de 360 graus da cidade. Ah, e se você quiser se hospedar por lá, saiba que o hotel tem 320 quartos. Só de vagas de estacionamento, vale contar, são 1,1 mil.

  1. Makkah Clock Royal Tower, 601 metros – Meca, Arábia Saudita
O terceiro prédio mais alto do mundo fica em Meca, na Arábia Saudita

O terceiro prédio mais alto e imponente do mundo fica em Meca, a cidade sagrada dos muçulmanos. Dado o desenho do edifício, ele lembra inevitavelmente uma torre do relógio. Sem exageros, o relógio é tão grande que pode ser visto a 25 quilômetros de distância. Seus 120 andares são repletos de belezas e surpresas, a exemplo do Museu Islâmico e da sala de oração que comporta 10 mil pessoas. O prédio comporta ainda o Centro de Observação Lunar, para apreciar a lua durante o chamado Mês Sagrado. Os consumistas também vão gostar. Há um shopping de 5 andares no prédio.

  1. Ping An Finance Centre, 599 metros – Shenzhen, China
A torre chinesa Ping An

O quarto prédio mais alto do mundo foi concluído no ano passado, tem 116 andares e pode ser considerado o edifício comercial mais alto do globo, roubando inclusive essa posição do One World Trade Center, de Nova York. Em seu interior, há centro de conferência, hotel, espaços dedicados a varejistas e um shopping de alto padrão. Até elevador de dois andares – isso mesmo, com duas cabines integradas – o Ping Na Finance Centre tem. São 33 no total.

  1. Goldin Finance 117, 597 metros – Tianjin, China
Goldin Finance é um dos prédios mais altos da China

A torre em formato de diamante foi concluída no ano passado. Com 117 andares, ela vai sediar várias empresas e um hotel.

  1. Lotte World Tower, 555 metros – Seul, Coreia do Sul
Em Seul, a Lotte e o prédio mais alto da Coreia do Sul

A maior torre da Coreia do Sul pertence a um dos maiores grupos empresariais do país asiático. A Lotte tem desde fábrica de doces e redes supermercadistas a parques de diversões. Situada na capital Seul, o arranha-céu abriga, por exemplo, um hotel sete estrelas e um officetel – apartamentos tipo estúdio para funcionários que trabalham no prédio, com direito a serviços como móveis padrões, serviço de recepção e academia.

Ao todo, o projeto levou 13 anos para ser desenhado. A conclusão da obra ocorreu no primeiro semestre de 2016.  A torre de 123 andares, vale contar, baseia-se nas formas de cerâmica e caligrafia tradicionais coreanas, erguidas de forma a contrastar com a topografia montanhosa da cidade.

  1. One World Trade Center, 541 metros – Nova York, Estados Unidos
One World Trade Center, o maior arranha-céu de Nova York e também dos Estados Unidos

O moderno prédio fincado no distrito financeiro de Nova York foi construído no lugar das Torres Gêmeas, no antigo World Trade Center, destruído nos ataques terroristas de 11 de setembro de 2001. Ele não é simplesmente o edifício mais alto da Big Apple e dos Estados Unidos. O One World Trade Center é também o número 1 do Hemisfério Ocidental. Ele também se tornou uma referência por conta do uso de energia renovável, incluindo a reutilização de águas pluviais.

Uma vez lá, visite o Memorial que fica no térreo. É belo e emocionante. Do lado de dentro, não deixe de ir ao One World Observatory, com três níveis de experiência, do 100º ao 102º andar. Para chegar ao 102º em menos de 60 segundos, os visitantes entram em um dos cinco novos elevadores com tecnologia LED. Um convite para assistir um vídeo que recria a evolução do horizonte de Nova York desde o século XVI até os dias atuais.

Já no 100o andar do Observatório, também chamado Piso da Descoberta, os visitantes têm uma visão de 360º da cidade que nunca dorme, podendo avistar os pontos mais conhecidos, as águas que circundam Manhattan e vistas panorâmicas de seus arredores. Uma (nova) experiência e tanto em Nova York.

  1. CTF Finance Centre, 530 metros – Guangzhou, China
CTF Finance Centre, sul da China

É no sul da China que funciona esse belo prédio de 111 andares. Recém-aberto, ele ainda não está com sua ocupação toda concluída. Muitas empresas ainda estão de mudança assim como o shopping que opera parcialmente e o hotel que está prestes a abrir.

Para ler mais sobre lifestyle, visite Prazerices.

1 comentário Adicione o seu

  1. Artur disse:

    Gostei bastante.aprendi muito sobre estas obras fantásticas.agora só falta subir.ar

Deixe um comentário