Londres, a terra do Big Ben e também dos “big shops”

De Redação Mahogany

harrods

A capital da Inglaterra é mundialmente conhecida pelo Big Ben, pelo Palácio de Buckingham, pela London Eye, pelo “fish & chips” e, inevitavelmente, pela enorme, luxuosa e lendária Harrods, provavelmente a mais famosa loja de departamentos do mundo. Mas ela não é a única. Desde o século 18, Londres tem demonstrado vocação para o comércio de produtos de alta qualidade e para o atendimento atencioso ao comprador. Dizem que foi na Selfridges, outra referência em lojas de departamentos, que nasceu a frase “o cliente tem sempre razão”.

Por esses e tantos outros motivos, Londres tornou-se uma referência mundial nas chamadas “department stores”. É lá que nasceram e até hoje operam diversos nomes mundialmente famosos. A maioria, vale contar, virou rede e conquistou outros continentes. Quando for para a Inglaterra, vale visitar as unidades originais ou então as chamadas “flagship stores”, as lojas-bandeira, geralmente as maiores e mais modernas.

Enumeramos 10 lojas de departamento que você precisa conhecer: Debenhams, Fenwick, Fortnum & Mason, Harrods, Harvey Nichols, House of Fraser, John Lewis, Liberty, Selfridges e Harrods.  A maioria delas serviu de inspiração para outras lojas de departamento ao redor do mundo. Abaixo, um mergulho em algumas delas:

HARRODS
harrods3
A lendária loja de departamentos nasceu como uma humilde mercearia em 1849, pelas mãos do exímio negociante de chás Charles Henry Harrod. Toda simplicidade do início deu lugar à hoje imponente e luxuosa varejista de sete andares, 330 departamentos e 90 mil metros quadrados dedicados aos melhores produtos nas categorias de moda, casa, beleza, tecnologia e alimentos. Isso sem falar nos 27 restaurantes, a exemplo de uma unidade da parisiense Ladurée que opera lá dentro, além de um elegante salão de chá, de um bem avaliado restaurante especializado em fish & chips e de um bar especializado em ostras e caviar.

Ao mesmo tempo em que a loja oferece respeitadas marcas inglesas, há um espaço dedicado a 17 cobiçadas grifes internacionais. É possível sair da Harrods com sacolas da Dolce & Gabbana e Alexander McQueen e também com uma seleção de chás elaborados por um sommelier e edições raras de Dom Pérignon.

À noite, toda aquela iluminação que se vê da rua não acontece por acaso. A loja acende um total de 11.500 lâmpadas. Luzes que relembram, para quem conhece a história, do incêndio que quase destruiu esse modelo que inspirou muitas outras lojas de departamento pelo mundo.

Harrods – 87-135 Brompton Rd, Knightsbridge, Londres.

HARVEY NICHOLS

harveynichols

Parada obrigatória para qualquer fashionista ao redor do planeta, a Harvey Nichols reúne uma impressionante gama de estilistas do universo da moda. Daí sua aptidão para atender uma clientela formada pela elite. É lá que muitos endinheirados se abastecem com suas roupas finas, sapatos, acessórios, cosméticos e alimentos. Burberry e Jimmy Choo são apenas algumas das etiquetas high-end que você encontrará pela loja.

harveynichols3

Localizada na esquina da Knightsbridge com a Sloane Street, a flagship da Harvey Nichols’ foi fundada em 1831. Hoje, ela é composta por oito andares de pura moda, beleza e coleções exclusivas. No luxuoso supermercado de comidinhas, não deixe de procurar os azeites e vinagres assinados pelo premiado chef italiano Massimo Bottura, que lançou a linha Villa Manodori, à venda na Harvey Nichols. Ele tem um aceto balsâmico de cerejas negras (por 24,95 libras) que vale a pena trazer na mala.

Harvey Nichols – 109 – 125 Knightsbridge, Londres.

LIBERTY

liberty

Aberta em 1875, a Liberty é uma das mais tradicionais lojas de departamento de Londres, o que não significa que seja velha ou antiquada. Pelo contrário, ela dita tendências e traz frequentemente coleções de estilistas como Vivienne Westwood em primeira mão. E também surpreende ao dedicar, em seu térreo, o primeiro espaço fora de Nova York para a designer de joias Maria Tash, que tem um “spa de piercing” na Big Apple muito frequentado por celebridades.

Graças a sua técnica, criações como as pulseiras com diamantes levaram Maria a ser convidada pela Liberty a abrir um espaço permanente em Londres. O único deste lado do Atlântico.

liberty2

A busca pelo novo e pela quebra de paradigmas está diretamente relacionada ao pensamento do fundador da tradicional loja de departamentos, Arthur Lasenby Liberty. Em 1875, ele pediu emprestado £ 2,000 ao futuro sogro. Com essa quantia, tomou mais da metade da 218a Regent Street, onde montou um bazar oriental. Encantado com o Japão e países vizinhos, ele queria mudar a forma como as pessoas se vestiam e também decoravam suas casas.

Seu olhar visionário trouxe rápido retorno. Em um prazo de 18 meses, ele pagou o sogro e comprou a segunda metade do terreno, pagando inclusive para que vizinhos vagassem o espaço. Assim, ele pode colocar à venda outros móveis e tapetes. Em 1884, Arthur Liberty já convocava designers britânicos, muitos deles protagonistas do movimento Art Nouveau, para desenhar roupas e móveis para a sua loja de departamentos e desafiar a moda ditada por Paris. “Eu estava determinado a não seguir a moda existente, mas a criar novas”, disse em pleno século 19. Seu espírito visionário permanece vivo até hoje.

Libery London – Regent St, Carnaby, Londres.

SELFRIDGES & CO

selfridges

Selfridges é, simplesmente, uma das melhores lojas de departamentos do mundo. Da extremidade oeste de Oxford Street, a varejista comanda seis andares de compras, 11 espaços de alimentação, duas salas de exposições e inúmeros serviços.

Os amantes do luxo precisam visitar o Wonder Room, um refúgio de 19.000 metros quadrados só com as grifes mais cobiçadas do mundo. São tantas roupas, sapatos, bolsas, acessórios e joias que dá para se perder.

SELF1-LOL-W-529-270

Uma informação surpreendente: a Selfridges também abriga o maior departamento de denim do mundo. São 25 mil metros quadrados de jeans, mais de 11 mil calças de brim de 60 diferentes modelos e marcas. Lá você acha de uma Primark a uma Christopher Kane. Especialistas estão sempre disponíveis para ajudar a encontrar o que mais se adequa ao corpo e estilo do cliente.

Dizem que a origem da frase “o cliente tem sempre razão” nasceu na Selfridges, da mente de seu fundador Harry Gordon Selfridge, que tentou desmistificar a ideia de que o consumismo era algo exclusivamente americano. A fundação da loja de departamentos em 1909 foi um marco social e cultural para Londres e uma estratégia para transformar o hábito da compra em algo prazeroso e desejado.

Foi Selfridge quem colocou a mercadoria à vista dos clientes e mudou o balcão de perfumes (que dava grandes lucros) para a entrada da loja, ideias posteriormente copiadas por lojas de departamento do mundo todo.

Selfridges – 400 Oxford St., Marylebone, Londres.

MARKS & SPENCER

marksspencer2

Sua história teve início em Leeds, cidade do norte da Inglaterra, em 1884, mas sua sede e lojas mais imponentes ficam em Londres. Hoje, a Marks & Spencer é a maior cadeia de lojas de departamento do Reino Unido, com mais de 800 lojas espalhadas por cerca de 30 países. Vale a pena visitar a flagship gigante que fica nas proximidades de Marble Arch, o famoso monumento londrino de mármore e três arcos.

Além de todo universo de artigos que existe dentro da Marks & Spencer, vá além das seções de moda e objetos para casa e siga para o departamento de flores e plantas. O espaço é encantador e colorido. Lá você se deparará com espécies surpreendentes e lindíssimos arranjos. Um ambiente para conexão com a natureza.

marksspencer

O chamado “food hall”, que é a parte gastronômica da loja, também impressiona. Há, por exemplo, uma seção de bolos temáticos para diferentes ocasiões. Se você estiver em viagem com alguém que faz aniversário, eis uma ideia e tanto para surpreender.

Agora, se dieta for seu lema durante a viagem, não se preocupe. A Marks & Spencer tem uma área light, com calorias contadas. Geralmente, são pratos de até 500 calorias para consumo. Só assim para ter um corpo impecável para vestir uma das sedutoras lingeries vendidas pela loja.

Marks & Spencer – Marble Arch, 458 Oxford Street, Londres.

FORTNUM & MASON

fortnum

Literalmente, o parque de diversões inglês para os olhos, o olfato e o paladar. Fundada em 1707 (exatamente no mesmo local onde funciona hoje!), a Fortnum & Mason é uma loja única e muito conhecida por sua impressionante gama de alimentos finos, vinhos e chás. Só de restaurantes são cinco, além de um premiado bar de vinhos e um elegante salão de chá.

fortnummason

Nesse “supermercado dos sonhos”, preste atenção nas edições limitadas de chás e infusões. Há ervas raras, inclusive, para os grandes apreciadores da bebida. Não deixe de experimentar as geleias da casa. Nossa dica: tem uma de damasco com lâminas de amêndoas e outra de morangos com champagne, vendidas há décadas e imperdíveis.

E os caramelos então? Esse doce inglês, seja de corte ou líquido, é obrigatório. Difícil encontrar fora da Inglaterra caramelos tão bons, com ponto e sabor tão singulares. E os da Fortnum & Mason são incomparáveis.

fortnum4

Comida, inevitavelmente, é o que mais chama a atenção dos visitantes da Fortnum & Manson. No entanto, a grife dos foodies oferece ainda uma área de homeware para deixar lares mais bonitos e confortáveis. Seus bules, xícaras, bandejas, pratos e copos são tão elegante quanto a loja e trazem o melhor da louça inglesa. Não só a tradicional, mas principalmente a contemporânea. Como dizem os ingleses, trata-se de um oásis em meio a Mayfair.

Fortnum & Mason – 181 Piccadilly, St. James’s, Londres.

Deixe um comentário